Wikitona da Participação Social

Na terça-feira 04/11/2014, pessoas e entidades ligadas a Participação Social organizarão uma Wikitona no salão verde do Congresso Nacional a partir das 14h.

Wikitona é um momento de incluir e melhorar verbetes da Wikipedia. Na oportunidade aproveitaremos para melhorar verbetes relacionados a Política Nacional de Participação Social.

Para ter uma ideia de como funciona uma Wikitona, confira o link Wikitona Eleições no Brasil: registro e agradecimentos. Nele documentamos a Wikitona Eleições 2014, idealizada e executada pelo Ibidem – Instituto Beta para Internet e Democracia.

Informes para o ato de 04/11/2014 no Senado Federal

Projetos sobre o tema

 

Câmara dos Deputados

Ronaldo Caiado – DEM/GO E Mendonça Filho – DEM/PE – Autores do PDL nº 1491/2014 – Aprovado na Câmara dos Deputados – Vai para o Senado Federal

Senado Federal

O Senador Alvaro Dias – PSDB/PR é Autor do PDL nº117/2014, com relatoria do Senador Pedro Taques – PDT/MT , já redigida.

 

Previsão de votação

 

Há possibilidade de pautar na TERÇA-FEIRA – 04/11/2014 – de MANHÃ, se for para a CCJ, e a tarde na Plenária a partir das 15hs.

Em virtude de impedimentos anteriores, sugerimos aos visitantes interessados em assistir a sessão:

– não portar nenhum material partidário, seja bandeira, braquinhas, camisetas.

– não entrar em grupos, verificamos alguns interessados em momentos anteriores serem barrados e impedidos de entrar.

– a Plenária da Câmara é bem limitado o espaço para visitantes, sendo necessário pegar fila na lateral da entrada principal. NÃO AUTORIZADO ENTRAR COM BOLSAS E OUTROS PERTENCES.

Deputados têm medo de participação social por se acharem donos do poder

por Leonardo Sakamoto

Você empresta a sua caneta para outra pessoa sob a condição de que ela seja usada em seu nome. Mas, em determinado momento, a pede de volta porque descobre que pode escrever você mesmo pelo menos parte de sua própria história. Nessa hora, a pessoa fica indignada, irritada, raivosa. Não devolve e, pior: diz que a caneta agora é dela.

Em resumo, é isso o que a Câmara dos Deputados fez, nesta terça (28), ao sustar os efeitos do decreto presidencial que cria a Política Nacional de Participação Social – que tem por objetivo desenvolver mecanismos para acompanhar, monitorar, avaliar e articular políticas públicas. E fez com o sangue nos olhos do presidente da casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB), que culpa o PT pela derrota que sofreu para o governo do Rio Grande do Norte.

Leia a reportagem na integra aqui

A Politica Nacional de Participação Social esta sendo ameaçada de ser derrubada no Congresso Nacional.

Por Rede Comunitária
Ao final de Maio a Política Nacional de Participação Social/PNPS foi publicada como forma de fortalecer e consolidar os espaços de participação social a partir de sua integração em um sistema nacional de participação social. Além da Política um compromisso com a participação foi assinado por mais de uma dezena de Governos Estaduais, reforçando a necessidade e o consenso deque nossa democracia representativa deve ser complementada por espaços de participação direta da sociedade.
Contudo, a PNPS, com é chamada, está sob forte ameaça de ser derrubada. O Congresso Nacional subsidiado por uma enxurrada de artigos da imprensa corporativa, claramente posicionados contra a participação social, afirma que a política ameaça suas competências.
Leia reportagem na integra aqui